Sustentabilidade nas obras industriais

São cada vez mais requeridos das obras industriais o uso racional de recursos e o respeito ao meio ambiente. São imperativos do mercado e um compromisso que as empresas de engenharia precisam firmar com a sociedade. 

Contudo, isso não pode ficar apenas no discurso. São necessárias ações concretas e muito planejamento para aplicar o conceito de sustentabilidade nas obras industriais. Neste artigo, vamos explorar este importante tema para a engenharia civil. Acompanhe a leitura.

Engenharia e sustentabilidade 

O conceito de sustentabilidade hoje está presente em praticamente todos os segmentos econômicos. Ele diz respeito ao uso racional de recursos para a manutenção e continuidade das atividades para gerações futuras. 

Na engenharia, sua presença é acentuada. É justamente nela que encontramos todos os dias desafios a serem enfrentados. Os objetivos são a preservação do planeta e a busca de formas de construção limpas que impactem cada vez menos a natureza. 

Como sabemos, a engenharia acaba por interferir bastante no ambiente ao se utilizar dos recursos naturais na extração dos materiais e implantação suas obras. Porém, ela mesma tem o poder de mudar esse quadro. É o que já está acontecendo. 

Por meio de ações de sustentabilidade nas obras industriais, é possível cumprir as legislações ambientais e fazer uma construção que respeite os limites do planeta. Vamos ver abaixo como. 

Ações nas obras industriais

Atualmente, estão disponíveis formas de construção que, além de garantir a sustentabilidade da obra, também contribuem para o planejamento de todo o projeto. Destacamos algumas ações que podem ajudar a manter sustentabilidade durante a construção.

Descarte de resíduos – cumprir a legislação para classificar os resíduos sólidos das obras e dar o seu devido encaminhamento. Podem ser descartados, reaproveitados e até mesmo reciclados.

Consumo de água – este importante recurso da construção civil pode ter seu uso drasticamente reduzido com ações como o reuso e a captação de águas pluviais. 

Energia – o consumo de energia pode ser racionalizado com o controle da iluminação local e da utilização de máquinas em períodos regulares. O intuito é estimar o consumo de energia nas obras industriais e trabalhar para baixá-lo. Também é possível criar um parque fotovoltaico e gerar energia a partir dos raios solares. 

Materiais – madeira de reflorestamento e materiais sustentáveis ajudam a conectar a obra com a cadeia produtiva ambientalmente responsável. O uso de Formas metálicas para concretagem das fundações que dispensam o uso de madeiras e geram menor resíduo de obra 

Obras industriais são, em sua maioria, projetos grandiosos em que a quantidade resíduos é alta. Por isso, pode-se ainda utilizar no canteiro de obras, áreas para coleta seletiva de lixo. 

Compromisso com o meio ambiente 

Como vimos, a sustentabilidade nas obras industriais é um grande desafio. Ela passa por alcançar eficiência energética e hídrica, estudar o uso de materiais sustentáveis na construção e gerir os resíduos de forma responsável e eficiente. 

Esse compromisso coloca a indústria, desde a sua construção, em consonância com os valores da sociedade e do respeito ao planeta. Na prática, também cumpre as legislações vigentes e ajuda a reduzir os custos de obras, uma vez que ataca causas diretas do desperdício. 

Vale a pena aplicar o conceito de sustentabilidade às obras industriais e aproveitar todas as vantagens da construção ambientalmente responsável. 

Siga a Guarnieri nas mídias sociais para saber mais sobre obras industriais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *